Páginas

24 julho, 2015

Palavras...

Palavras gastam-se como pedras de rio: mudam de forma e significado, de lugar, algumas desaparecem, vão ser lama de leito das águas. Podem até reaparecer renovadas mais adiante.
Felicidade é uma delas.
Banalizou-se porque vivemos numa época de vulgarização de grandes emoções e desejos, tudo fast food, prêt-à-porter, pronto para o microondas, fácil e rápido... e tantas vezes anêmico.
Se por encantamento e profissão escolhi o território das palavras, sei o quanto algumas se contaminam pelo uso e se tornam agressivas ou contraditórias, têm ares de ironia ou de ingenuidade. Tornam-se confusas e ineficientes, prestam-se a mal entendidos ou clareiam mais o significado.
Conheço um pouco o modo como se apoderam das nossas experiências e lhes dão rostos, roupas, ares que nem tínhamos imaginado.
Gosto das coisas, pessoas e palavras, desconcertantes.
Seus contornos imprecisos permitem que a gente exerça o direito de refletir e de criar em cima delas.

(Lya Luft, em Perdas e Ganhos)



17 comentários:

  1. Que texto lindo Clau.
    Palavras se perdem,se banalizam e muitas vezes são vulgar,há mesmo uma necessidade de construirmos algo que seja como nós mesmos,sem precisarmos
    ser idênticos ou nos apoiarmos através de palavras sem nexo.
    Bjs,e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Texto muito bom, Clau! Gosto das palavras e livros da escritora...
    Um bom fim de semana e o meu abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voltando p te desejar uma semana abençoada...
      Com carinho e um abraço...

      Excluir
  3. Boa noite Clau, Lya Luft sempre nos presenteando com suas belas palavras .
    . As palavras nos dão mesmo esse poder de interpretação a seu bel prazer . Cada um digere como quer . Muito reflexivo o texto. ! Bjs . Desculpe a ausência , tenho tido dificuldade em ser mais assídua . Me aguarde a qualquer momento 1 Abcs

    ResponderExcluir
  4. Clau! \0/
    Esse texto me fez lembrar da sabedoria do nosso eterno poeta Renato Russo:

    "Às vezes sei que uso palavras repetidas, mas quais são as palavras que nunca são ditas?"

    A felicidade realmente anda muito banalizada, inclusive hoje um amigo no meu Facebook comentou a respeito dessa banalização. O que eu vejo muito, inclusive em igrejas, é que as pessoas esperam acontecer alguma coisa em específico para poder se considerarem e se sentirem felizes, quando na real, estão perdendo tempo, pois pode-se ser feliz agora mesmo! Sem cerimônias ou razões. Para mim a pura felicidade é esta: poder sorrir sem ter motivo algum, se dar ao direito de se sentir feliz sem precisar de algo que prenda essa felicidade.
    Adorei o texto, você como sempre nos trazendo excelentes escolhas. :))))
    Beijos amiga.

    Rivotril com Coca-Cola

    ResponderExcluir
  5. Muito lindo!Adoro a Lya e tudo que ela escreve! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  6. Palavras perfeita da Lya. Uma belas escolha, Calu!
    Estou melhor da gripe.
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir
  7. Lya sempre sábia. Ela domina as palavras. Adorei a escolha, Clau. Bjs e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  8. Adorei muito boa escolha❤️ Lisette.

    ResponderExcluir
  9. Clau:
    Gosto de imaginar que pelas palavras temos o poder de exercitar nosso pensamento e senso crítico e essa liberdade só se conhegue com o conhecimento, que por lógica, surge das palavras...
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
  10. Olá amiga, passei para agradecer o carinho da sua visita, matar saudade do seu cantinho e dizer que mesmo demorando passar aqui, sempre estais na minha lembrança e no meu coração. Amei a postagem, palavras soltas ao vento, quando não pensadas podem machucar. Essa mensagem no seu contexto nos alerta para isto.
    Um final de semana abençoado e que Jesus ilumine seus passos hoje e sempre. Bjuss
    Lourdes Duarte
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. HAY PALABRAS QUE LO CAMBIAN TODO.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  12. Bom dia querida Clau..
    sigo a anos uma frase do filme sociedade dos poetas mortos..
    Palavras e ideias podem mudar o mundo..
    desde que ouvi ela não parei mais de escrever poesias..
    acho que fez efeito rsrs
    pq são mais de 10 anos e olha que não postei um décimo do que já fiz rsrs
    bjs e feliz sempre

    ResponderExcluir
  13. "Ai, palavras, ai palavras,
    que estranha potência, a vossa!
    Todo o sentido da vida
    principia à vossa porta;
    o mel do amor cristaliza
    seu perfume em vossa rosa;
    sois o sonho e sois audácia,
    calúnia, fúria, derrota…"
    (C. Meireles)´

    Ótima semana para todos nós!

    ResponderExcluir
  14. Oi Clau! Lya Luft foi muito feliz nessa reflexão! Eu não conhecia, obrigada pela partilha! E amei a imagem da "sopa de palavras"! Bjks e uma semana repleta de bençãos! Tetê

    ResponderExcluir
  15. Todo cuidado é pouco na utilização delas. Realmente, mudam de cor, de aparência, de sentido ... dependendo da ocasião. Poderosas, pedem sabedoria . Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Olá, Clau.
    Por isso é tão necessário medi-las e pesá-las bem, antes de lançá-las.
    bj amg

    ResponderExcluir

Real Time Analytics