Páginas

09 dezembro, 2014

Pedras...

Ajuntei todas as pedras
que vieram sobre mim.
Levantei uma escada muito alta
e no alto subi.
Teci um tapete floreado
e no sonho me perdi.
Uma estrada,
um leito,
uma casa,
um companheiro.
Tudo de pedra.
Entre pedras
cresceu a minha poesia.
Minha vida...
Quebrando pedras
e plantando flores.
Entre pedras que me esmagavam
Levantei a pedra rude
dos meus versos

(Cora Coralina)


24 comentários:

  1. Belíssima escolha! Ler Cora é muito bom! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Olá Clau
    Linda postagem, desejo um belo dia. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Clau,
    Ler Cora Coralina, alegra o coração e nos alivia a alma.
    Bela postagem!
    Beijos com carinho
    Marilene

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde amiga Clau!
    Cora sempre sabia nas palavras. ...
    Tenha um dia super abençoado!♡
    Bjokas da Bia! ♡

    ResponderExcluir
  5. Lindo Clau,versos de Cora Coralina são sempre com palavras sábias
    bjs amiga.
    Carmen Lúcia

    ResponderExcluir
  6. Um belíssimo poema de Cora Coralina, uma grande poetisa brasileira, infelizmente muito pouco conhecida em Portugal.
    Bela escolha, Clau!
    xx

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde, quem procura a paz para dentro dela conquistar a felicidade, tem que ultrapassar as muitas pedras que surgem pelo caminho e plantar flores.
    O poema da Cora é belo e profundo.
    AG

    ResponderExcluir
  8. Olá, querida Clau
    Com pedras preciosas vc adorna o seu blog e mereceu o prêmio Xícara de Ouro... parabéns!!!
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  9. Lindos versos da Cora Coralina! Mulher de fibra!!
    Um abração, Clau...
    Uma feliz noite...

    ResponderExcluir
  10. Oi Clau!
    Cora Coralina sendo simplesmente Cora Coralina.
    Foi inevitável não lembrar de um meme que vi no Facebook: "Pedras no caminho? Que construir castelo o quê! Vou é tacar tudo essas porcaria de volta em quem me atirou!" rs.
    Beijos e linda semana.

    ResponderExcluir
  11. Maravilhosa Cora Coralina! Mesmo vivendo entre pedras, ainda podemos florir. Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Sempre me encanto ao ler Cora Coralina! Clau, bela escolha!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir
  13. Boa escolha. :)

    http://teryskills.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  14. Devemos pegar as pedras no nosso caminho e fazer delas escadas, pq é nas dificuldades que amadurecemos.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  15. Da pedra lapidou a poesia.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  16. Olá Clau!!!!
    Que texto belíssimo, Cora Coralina foi a grande mestra em entender a alma humana!!!

    Aproveito para te convidar a participar de um sorteio que está rolando no blog. O brinde é um kit delicioso da Natural Alimentos! O sorteio será realizado dia 20 de Dezembro e o kit será entregue em casa!

    http://deliciasdavodeo.blogspot.com.br/2014/12/sorteio-de-natal-com-natural-alimentos.html

    Beijos! =)

    ResponderExcluir
  17. Cora Coralina escreve divinamente bem. Lindo, Clau. bjs

    ResponderExcluir
  18. Eita coisa mais linda:

    Entre pedras que me esmagavam
    Levantei a pedra rude
    dos meus versos

    ResponderExcluir
  19. Clau linda a poesia, a Cora Coralina foi uma diva na escritura Clau beijos.
    Blog /Fan Page / TSU/

    ResponderExcluir
  20. UNA POESÍA MARAVILLOSA. GRACIAS POR COMPARTIRLA.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  21. .

    Saudade dolorida,
    da vida a mais sofrida,
    da morte desconhecida...

    silvioafonso





    .

    ResponderExcluir
  22. Oi Clau! Amo os poemas de Cora Coralina! São simples e profundos... divinos! Bjks Tetê

    ResponderExcluir
  23. Bonita forma de construir castelos sólidos, sabendo usar as pedras do caminho...

    Postagem linda, Clau, como sempre.

    ResponderExcluir

Real Time Analytics