Páginas

15 agosto, 2016

Preenchendo a vida

Se a vida lhe parecer vazia, preencha-a!

Comece por cultivar jardins entre os lábios, verá que as palavras cuidadas com carinho tornam-se botões de flores desabrochando nos ouvidos que as acolhem.

Algumas vezes, sorria de você mesmo, seja de uma gafe ou de um semblante amarrotado ao acordar numa manhã de chuva. Sua autoestima ficará leve como um balão colorido, sem os pesos de querer andar sempre em dia com o espelho ou com o que as pessoas esperam de você.

Construa um barco, pode ser de papel, escreva nele suas ansiedades mas não o lance numa enxurrada qualquer, transforme-o em uma prece e verá que ele viajará longe só para buscar os frutos da sua fé.

Permita-se sonhar mais, sem se importar com o que vão pensar a seu respeito. As opiniões alheias são como uma mola, pode impulsionar você para o alto ou para um abismo.

Quando puder, faça um ninho, pode ser de algodão ou palha. Deixe-o vazio. Só para fazer você perceber que uma vida sem filhos não é o fim do mundo. Mas, havendo filhos, o ninho vazio lembrará você que um dia ele precisarão voar sozinhos, estando o ninho dos seus braços eternamente disponível para eles.

Faça de sua casa um refúgio. O mundo inteiro pode desmoronar, mas sua casa precisa estar de pé, e mesmo que um dia ela balance, nunca se canse de reforçá-la, pois é nela que seus pés cansados procurarão um tapete macio e sua cabeça um apoio nos dias difíceis.

Não perca muito tempo com quem não se preocupa com você. A vida é breve, alguns trechos da caminhada precisam ser percorridos sozinhos. Percorra-os!

Não faça do tempo um fantasma, senão ele assusta você. Prefira aceitá-lo quando ele parecer inesperado e intenso, mas espante-o quando se tornar monótono e tardio.

Descubra o valor das pequenas coisas: o cheiro bom de café numa manhã de chuva, o pijama de flanela numa noite fria, o encontrar de um dinheiro esquecido no bolso do casaco desde o último inverno, a lembrancinha inesperada recebida da amiga que viajou e lembrou de você, a surpreendente aparição da lua cheia numa noite solitária, a lembrança de um momento bom do passado que marcou, a música que sempre arrebata seus pensamentos a um lugar maravilhoso.

Por fim, se ainda assim a vida parecer vazia, siga os conselhos poéticos de Baudelaire, embebede-se, “Mas de quê? De vinho, de poesia ou de virtude, a escolha é Vossa. Mas embebedai-vos!

(Moacir Willmondes)





17 comentários:

  1. Beleza e palavras bem pertinentes na mensagem do Moacir, aliás ,mais uma linda dele! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Uma ótima forma de preencher a vida. Boa reflexão.
    Abração Clau.
    ótima semana!

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, querida Clau!
    Um post muito estimulante... gostei de passar por aqui e tornar minna noite mais feliz ainda...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voltando p te desejar um bom fim de semana...
      Ouro ou prata hoje no futebol, Clau?!? Rsss... Aqui, torcendo!!
      Bjs

      Excluir
  4. Bonito texto! Embriagar-se com o Amor de Deus é tudo de bom!!
    Uma Boa 3ª Feira, Clau! Bjs e abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsss... O meu comentário anterior ficou acima?!?
      Uma Boa Semana! Muita paz em todos os momentos...
      Bjs

      Excluir
  5. Olá Clau!!!
    Depois de uma pequena (meio grande! rs) pausa forçada, estou de volta com o blog!
    A gente que pinta a cor da vida, né? É aquela velha questão de ver o copo "meio cheio" ou "meio vazio"!
    Beijo grande e ótima semana pra ti!!! =)
    www.deliciasdavodeo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Boa noite Clau, bela reflexão!
    "A felicidade está nas pequenas coisas, nas mais simples."
    Reconhecer o valor das pequenas coisas,seremos felizes.
    Beijos e boa semana.
    Amara
    Amara

    ResponderExcluir
  7. Que texto inspirador do Moacir, Clau. Escolha precisa. Adorei. bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  8. Embebedemo-nos, portanto!

    Um abraço, Clau.

    ResponderExcluir
  9. Que texto lindo Clau, amei. Bjs amiga.

    ResponderExcluir
  10. Realmente precisamos viver a vida da melhor forma possível para que consigamos ser felizes e fazer feliz quem nos rodeia, belo poema, amei o tema...

    ResponderExcluir
  11. Sensacional poema. E a lua cheia, anhh, ela me encanta!
    Um beijo Clau. Bom fds!

    ResponderExcluir
  12. Olá Clau,

    Belíssimo texto!
    Interessante que logo de início identifiquei o estilo do Will.
    Parabéns a ambos (a ele, pela linda escrita, e a você, pela perfeita e sensível escolha)!

    Felizes dias.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite amiga.
    Um lindo texto com belos estímulos para a vida que se pensa e quer bem vivida.Sem medo, se moderação.
    Meu abraço e boa semana.
    Bjs de paz.

    ResponderExcluir
  14. Texto lindo, Clau! E adorei o final: se embebedar seja do que for, ás vezes é a melhor solução!bjs

    ResponderExcluir
  15. Que texto bonito. Inclusive, eu vou enviar para uma pessoa querida que está precisando de tais palavras. Beijinhos.

    ResponderExcluir

Real Time Analytics