Páginas

16 agosto, 2015

Cada um sabe de si...

Cada um sabe de si. Das fronteiras que deseja ultrapassar no próprio tempo. Alguns querem voar, outros tem medo de altura. Alguns querem profundezas abissais, outros não saem da superfície do mar. Alguns preferem se aventurar durante o dia, outros preferem a inspiração do silêncio noturno.
Eu quero voar. Eu quero os parques ensolarados em fins de semana. Eu quero monopolizar a lua no céu. E da minha estrela abstrata na terra, quero o todo brilho. Quero conjugar os verbos que criei no presente e futuro mais que perfeitos. Mesmo não sabendo nadar, um dia quero mergulhar. Quero ter meu sorriso ensurdecedor mesmo banguela.
Sim, eu vou continuar crescendo. Mudando. Até o falecer da última célula. Do último suspiro sairá um beijo, uma prosa ou uma oração.
Felicidade para o maior número de pessoas. Respeito gratuito. Porque haverá uma dia em que a mudança não será permitida. E nesta hora seremos mais uma lembrança e nada mais. E algumas lembranças também morrem.


 (Jonathan Freitas)


15 comentários:

  1. Que lindo e bem reflexivo.,Vale pensar sobre essas palavras e agir! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Olá, amei o cantinho!! Seguindo!!!!!http://gigicandy29.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente divino Clau.
    Amei.
    Bjs amiga e obrigada pelo comentário em meu espaço.
    Carmen Lúcia

    ResponderExcluir
  4. Uma bela reflexão neste beo texto partilhado.
    E se este dia vier, que estejamos prontos alicerçados de nossas primas vontades. O hoje é a estrada e o amanhã é muito distante.
    Abraços amiga e bela semana a voce.
    Bju de paz.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Clau.
    "Até o falecer da última célula" - que assim seja.
    bj amg

    ResponderExcluir
  6. Clau, muito boa reflexão!
    Linda semana. Bjs
    Amara

    ResponderExcluir
  7. Felicitats.
    Me ha encantado tu bloc te espero esta semana con un post que va de fibras naturales para decorar, en elracodeldetall.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Texto forte, desafiante e animador!
    Cada um decide a dar os seus próprios passos ou voos...

    Uma boa semana, Clau... Muitos abraços...

    ResponderExcluir
  9. Ah Clau: eu também quero voar pendurada num balãozinho! Deve ser uma sensação maravilhosa! Eu no sábado faço faxina, mas pela manhã caminho pela praia e à noite sempre faço um programa agradável: afinal, ninguém é de ferro! rs rs rs Tenha uma boa semana! Tetê

    ResponderExcluir
  10. Oi Clau, quanto tempo hein?

    O texto é preciso, cada um sabe de si, e aproveita as oportunidades quem tem sabedoria...

    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Olá Clau! Bela, profunda e reflexiva mensagem. Cada qual com as suas preferencias. É tanto que nos foi facultado o livre arbítrio. Espero ficar um pouco mais de tempo nas lembranças, após a minha partida. Ótima escolha amiga.

    Beijos,

    Obrigado pela visita e pelo amável comentário deixado no nosso Arte & Emoções.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  12. olá, estou conhecendo teu blog e gostei muito, tudo muito bonito, agradável e lindos textos. já te sigo. aguardo tua visita no meu cantinho, bjs

    http://mentesinfantisfuturodapaz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Bonito, Clau. E algumas lembranças morrem mesmo, já outras tentam ser assassinadas por nós mesmos mas não morrem. Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  14. Um lindo texto que nos faz refletir. Cada um de nós sabe dos seus sonhos, de onde quer chegar e dos seus limites. E sempre podemos nos superar e evoluir sempre!
    Beijos Clau.

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/


    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Real Time Analytics