Páginas

16 abril, 2015

Horizonte...

Se eu apagasse a fina
linha do horizonte
será que o céu
cairia no mar?
E as estrelas e a lua
começariam a navegar?

Ou será que o mar
viraria céu
e os peixes
aprenderiam a voar?

(Roseana Murray)



20 comentários:

  1. Imagem linda e reflexão que dá um nó nos pensamentos... Rsss...
    Gostei de refletir e viajar com o HORIZONTE...
    Muitos abraços, Clau...

    ResponderExcluir
  2. Gosto de ver o horizonte tingindo-se de tons variados . Abcs Bela reflexão!

    ResponderExcluir
  3. Beleza,Clau! Muito lindo! bjs, chica

    ResponderExcluir
  4. Que lindo texto/poema ou poesia?! Nunca sei ao certo, apenas sei que me encantam...
    Beijos mil Clau! E tenhas uma bela noite!

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida Clau
    Com a imaginação, tudo pode acontecer...
    Bjm fraterno e carinhoso

    ResponderExcluir
  6. Belíssima questão, tão poeticamente exposta. Poderemos porventura apagar muita coisa, mas a linha do horizonte estará sempre lá. E que bom que isso é.
    xx

    ResponderExcluir
  7. Uma linda reflexão de Roseana Murray,pois a linha do horizonte,por mais que nos aproximamos ela está sempre no mesmo ,lugar.
    bjs amiga e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  8. Clau:
    Não sei a resposta dessa indagação, mas não deixa de ser uma boa reflexão.
    Bom final de semana!
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
  9. A gente pensa em tanta coisa né?

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  10. Olá Clau!
    Achei o texto divino.
    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  11. Que doçura de poema...no fundo, todas as coisas, como reflexo do divino, se fundem, se unem, se mesclam, e no paraíso sonhado, por certo os peixes sabem voar...
    Um doce final de semana para vc, Clau!
    Beijos
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  12. Que poema encantador, Clau. Adorei. bjs e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  13. Que lindo, que fofo, que doce!
    São indagações que passam, com certeza na mente de uma criança. E nós, adultos, instruídos, acaso sabemos a resposta?
    Interessante como as obras do Criador se fundem, numa perfeição que está além de nosso entendimento... cabe-nos, apenas, poetizar toda essa beleza divina!

    Beijo, ótimo findi!!!

    ResponderExcluir
  14. Olá Clau
    Que linda postagem e a imagem espetacular. Bjs

    ResponderExcluir
  15. Lindo texto, não sei o que aconteceria só Deus sabe, Clau bom final de semana beijos,
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Clau, vejo as duas opções com grande beleza poética. Ainda que se apagasse uma, nova linha, certamente, apareceria no horizonte. Bjs.

    ResponderExcluir
  17. OI minha querida, passando pra te dar um alô e te desejar uma semana abençoada pelo nosso Deus Eterno, Lindo post, um bj querida!

    ResponderExcluir
  18. Oi, Clauzinha!

    Ai, seria tão bom continuar na fantasia do poema e ver peixes no céu e lua no mar!
    Estamos precisando muito disso: exercitar os nossos sonhos infantis e continuar a crer neles!
    Bjssssssssssssssssss, quérida!
    Deus a abençoa!

    ResponderExcluir
  19. Maravilhoso desalinho alinhado por lirismo incontestável.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  20. Belo poema que nos traz, Clau.
    Fez-me lembrar de quando era pequena e me questionava como é que as estrelas, o sol e a lua não caíam lá do céu, e da tragédia que seria se isso acontecesse =)
    Este poema traz essa inocência de criança, lindo.
    Tudo de bom pra você
    bjn amg

    ResponderExcluir

Real Time Analytics