Páginas

28 novembro, 2014

Reticências...

Adoro reticências...
Aqueles três pontinhos intermitentes
que insistem em dizer que nada está fechado.
Que nada acabou. Que algo sempre está por vir!
A vida se faz assim!
Nada pronto. Nada definido.
Tudo sempre em construção.
Tudo ainda por se dizer...
Nascendo...Brotando...Sublimando...
Vivo assim... Numa eterna reticência...
Para que colocar ponto final?
O que seria da vida sem a expectativa de continuação?

(Nilson Furtado)


17 comentários:

  1. Bonita reflexão! Amo as reticências...
    Pra mim elas soam como: VAMOS ADIANTE...

    Beijos, Clau... Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida Clau
    Um post bem ao meu estilo... Quando comecei a blogar usei reticência pra não dar como fechado o tema abordado... sinto assim mesmo como disse o auto...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  3. Oi Clau,eu também adoro,tanto é que sempre coloco em minhas postagens.
    Bjs amiga e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto e adoro reticências.falam por nós...bjs tudo de bom!chica

    ResponderExcluir
  5. Oi Clau!
    Reticências é aquele fio de esperança que fica dentro da gente...
    É a possibilidade de um "sim" da vida...
    A probabilidade de uma cura, uma restauração...
    A fé...
    Mas pontos finais também não me assustam, eles podem apenas significar o início de um novo parágrafo.
    Beijos querida amiga.

    ResponderExcluir
  6. Concordo, no sentido que o belo texto exemplifica, contudo as reticências também podem remeter para indecisões, incertezas que podem atrapalhar atitudes mais ou menos urgentes.
    Bom fim de semana, Clau!
    xx

    ResponderExcluir
  7. Clau, certa vez disse em um blog amigo que não aprecio as reticências (rss). Elas podem levar a equivocado entendimento do que foi dito, podem provocar uma complementação que foge ao contexto. Na escrita, que é fictícia, deixa aberturas poéticas. Na vida, prefiro o ponto final, eis que não o vejo como fim do existir ou da experiência, mas de um ciclo. Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Retic^ncia, divergências sobre elas , li aq nos comentários . Mas eu tb concordo que com reticências sempre se pode dar continuidade a algo escrito ou feito. O ponto final encerra um parágrafo. O q não significa q não podemos começar outro. A vida é assim, movimento!Abcs

    ResponderExcluir
  9. Tb gosto das reticências. E o ponto final muitas vezes assusta. Ótimo texto. bjs

    ResponderExcluir
  10. Clau:
    Aprecio as reticências.
    Pra mim elas dão a ideia de continuidade e movimento, lembrando que a vida é dinâmica e sempre há algo por vir...seja após as reticências, vírgulas ou mesmo depois de um ponto (que necessariamente não significa o final).
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
  11. Clau, as vezes o texto é enorme, mas a mensagem está nas reticências! Palavras falam, reticências, gritam! Bjks e bom final de semana! Tetê

    ResponderExcluir
  12. SI, ESAS EXPECTATIVAS SON LAS QUE NOS MANTIENEN CON ANSIAS DE VIVIR.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  13. Olá Clau,

    Há controvérsias quanto às reticências. Nem sempre gosto delas, pois há ocasião em que elas não se enquadram no contexto da vida. Há momentos que requerem um ponto final para que outro capítulo comece a ser escrito. Todavia, concordo com elas no sentido do texto, aliás, muito bonito.

    Ótimo final de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  14. OI CLAU
    Gosto das reticência e quando colocamos um ponto final É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão. O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem saber ver.

    Gabriel García Marquez
    Um domingo alegre para vc.
    Ana

    ResponderExcluir
  15. Boa noite Clau.
    Também adoro reticências...
    bj amg

    ResponderExcluir
  16. Reticências de bom gosto são como brincadeira de criança, 'ligue os pontinhos', e ligamos, só que em pensamentos...

    ResponderExcluir
  17. E fica tudo por acontecer, e nossas emoções sempre acesas.
    Beleza de partilha Clau.
    Beijo

    ResponderExcluir

Real Time Analytics