Páginas

09/01/2012

Vocabulário da vida

Adeus:
É quando o coração que parte deixa a metade com quem fica. 
Amigo: 
É alguém que fica para ajudar quando todo mundo se afasta.
Amor ao próximo: 
É quando o estranho passa a ser o amigo que ainda não abraçamos. 
Caridade: 
É quando a gente está com fome, só tem uma bolacha e reparte.
Ciúme: 
É quando o coração fica apertado porque não confia em si mesmo.
Lágrima: 
É quando o coração pede aos olhos que falem por ele. 
Mágoa: 
É um espinho que a gente coloca no coração e se esquece de retirar 
Netos: 
É quando Deus tem pena dos avós e manda anjos para alegrá-los.
Orgulho: 
É quando a gente é uma formiga e quer convencer os outros de que é um elefante.
Perdão: 
É uma alegria que a gente dá e que pensava que jamais a teria. 
Pessimismo: 
É quando a gente perde a capacidade de ver em cores. 
Paz: 
É o prêmio de quem cumpre honestamente o dever. 
Raiva: 
É quando colocamos uma muralha no caminho da paz. 
Simplicidade: 
É o comportamento de quem começa a ser sábio. 
Saudade: 
É estando longe, sentir vontade de voar; e estando perto, querer parar o tempo. 
Solidão: 
É quando estamos cercados por pessoas, mas o coração não vê ninguém por perto. 
Ternura: 
É quando alguém nos olha e os olhos brilham como duas estrelas. 
Sinceridade: 
É quando nos expressamos como se o outro estivesse do outro lado do espelho.



Do Livro: "O homem que veio da sombra"
de Luiz Gonzaga Pinheiro



5 comentários:

  1. Olá, que bela postagem!
    Gostei muito de tudo o que li; foi um prazer vir aqui te ler. Sabe, às vezes erramos em querer a seguir tantos e não damos conta e, assim perdemos tão preciosas publicações como essa; ensinamentos que fazem tão bem pra alma da gente. Virei mais vezes, ficarei atenta às tuas atualizações. E a dica do livro foi ótima. Obrigada!
    Beijo da Mery*)).
    Existe uma jovem que usa uma 'ervinha" como símbolo no Blog, ela usa o meu nome para postar, fique atenta, pois não sou eu... E não sei o que fazer.

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, luz da tarde!
    Palavras lindas, lindas mesmo! Nem tenho o que comentar!
    Bjssssssssssssss, quérida!

    ResponderExcluir
  3. Oi Clau!

    Obrigada pela visitinha.Um dia ainda volto a Curitiba em circunstâncias menos chatas e juro que vou passar muito, hehehe.

    Beijos.

    Clau

    ResponderExcluir
  4. Clau, muito lindo, sábias palavras e maravilha de livro.
    Sabe amiga, as vezes, é preciso agente ler coisas linda assim, tem vez que entro no teu blog e estou chateada, mais logo que leio, só sinto coisa boa e de paz. Parabéns e obrigada.
    xau, xero e beijo

    ResponderExcluir
  5. Simplesmente lindo...Trás paz ao coração.Bjs minha querida!

    ResponderExcluir

Real Time Analytics