Páginas

14/11/2011

Com a maturidade ...


(em outras palavras: com os parafusos aparafusados direitinho),
a gente começa a perceber o que merece
e o que não merece a nossa atenção.
Isso vale para coisas, pessoas, ideias, sentimentos.
Tem coisa que não vale um real.
Outras tantas valem um milhão.

(Clarissa Corrêa)



6 comentários:

  1. OI CLAU!
    UMA FLOR,POR EXEMPLO, COM TODA SUA SIMPLICIDADE, MAS SE DADA DE CORAÇÃO, PODE VALER IM MILHÃO.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. CLAU, ESTIVE AQUI ESTES DIAS, ME COLOQUEI TUA SEGUIDORA, HOJE VIM TE VER NOVAMENTE E NÃO ESTAVA MAIS LÁ. ENTREI NOVAMENTE, AMANHÃ VIREI AQUI PARA VER SE ESTOU TE SEGUINDO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Hoje, entre as coisas que valem um milhão está essa foto, linda e dispensa qualquer palavra.

    Bom feriado Clau, beijos.

    ResponderExcluir
  4. Zilani...
    Eu também sou sua seguidora,mas às vezes não me vejo no seu Blog!rs
    Deve ser algum desarranjo do Blogspot mesmo...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi,
    jurava que tinha posto um comentáio aqui ontem! Queria saber quem é a autora Clarissa Corrêa (de quem amei o texto). Mas... cadê meu comentário?????????? rssssssssss
    Bjsssssssssss

    ResponderExcluir
  6. Oi Clau!

    Vim agradecer seu recado tão lindo, tão gentil em minha página! Obrigada mesmo pelo carinho. Palavras gentis, desde que sejam sinceras, valem um milhão, não é verdade? Bela sua postagem aqui, e é isso mesmo: a maturidade nos dá a sabedoria para discernir entre o que fica no coração e o que vai para o lixo, definitivamente deletado de nossa vida!

    Estou te seguindo, querida! Beijos.

    ResponderExcluir

Real Time Analytics