Páginas

12/08/2011

Veja flores invisíveis e sinta aromas imperceptíveis ...

Vamos abrir os olhos da alma...
Vamos abrir as torneiras da sensibilidade...
Abrindo, abrimos a possibilidade de encontrar o colo e o espaço que precisamos para chorar e reencostar nossas dores incômodas, nossas angustias e nossos medos.
Abrimos espaço para a explosão dos vulcões que nos habitam...
O equilíbrio espiritual necessita de dois pilares:
Posse de si e disposição ao outro...Só é possível crescer a medida que saímos de nós.
Só pode oferecer verdadeiramente, aquele que já dispõe de si.
Vamos, abram os olhos da alma...Frouxem as torneiras da sensibilidade...Se encham de amor ...
(Do livro:Cartas entre  amigos-Fábio de Melo e Gabriel Chalita) 




Um comentário:

  1. Oi Clau, somos melhores, certamente, toda vez que saímos de nós mesmos.

    Bom final de semana, beijos.

    ResponderExcluir

Real Time Analytics